Tendências para o e-commerce em 2020 na visão da Agência Advice

Tendências para o e-commerce em 2020 na visão da Agência Advice

Mais do que tendências, algumas ações são necessárias para garantir que sua loja virtual se destaque dentre as demais e para manter um alto fluxo de vendas ao longo de todo o ano, rompendo de uma vez por todas com os impactos negativos da sazonalidade.

A expectativa de crescimento do e-commerce para 2020 é de 12% só no Estado de São Paulo, segundo um levantamento feito pela FecomercioSP, podendo atingir um faturamento de R$ 23,1 bilhões em terras paulistas. Em 2019, foi de 10% em relação ao ano anterior.

Essa crescente que vem envolvendo os números do e-commerce no Brasil mostra que o mercado digital está amadurecendo – e rápido -, trazendo consigo uma leva de consumidores que compartilham desse processo de amadurecimento, se sentem cada vez mais seguros em migrar suas compras para o ambiente online e estão igualmente mais exigentes em relação ao grau de encantamento que esperam das lojas virtuais.

Se antes a concorrência se resumia ao cabo de guerra pelo melhor preço, hoje em dia a brincadeira é outra: por vezes os clientes não se incomodam em gastar alguns Reais a mais se a experiência de compra for incrível. Para alcançar – e, por que não, superar – esse nível de expectativa, quem precisa fazer a lição de casa é você, a começar pelas principais tendências para o e-commerce em 2020. E já que a Agência Advice é especialista nessa área, vem com a gente que sempre temos um plano infalível para o seu negócio.

Como fazer meu e-commerce vender mais em 2020

Sempre com a cabeça no presente, mas os olhos no futuro, o CMO da Agência Advice, Jairo Soares, antecipa as 3 principais tendências para o mercado digital em 2020:

  1. Adequar o canal de atendimento ao seu público

Não para menos, as redes sociais vêm ganhando cada vez mais peso e relevância como um dos principais canais de atendimento ao cliente, seja para o bem, seja para o mal. Não raro surge um comentário aqui, outro ali, em postagens que nada têm a ver com o assunto, para reclamar algum insucesso em relação a  uma entrega ou uma resposta que demorou um pouco mais para acontecer.

Fato é que as novas tecnologias e a disponibilidade 24×7 da conectividade tem feito o senso de urgência e imediatismo alcançar níveis nunca antes vistos, por isso a percepção de que não importa o canal – nem a hora -, sempre haverá alguém do outro lado da telinha para nos atender.

“Se seu cliente quer ser atendido por WhatsApp ou no Direct do Instagram, cabe a você se adaptar a essa demanda ou irá perdê-la”, explica Jairo.

  1. Focar na experiência do cliente pelo celular

Em 2019, o Brasil alcançou a incrível marca de 220 milhões de celulares em funcionamento em todo o país – superando inclusive o número de habitantes, veja você! Isso coloca qualquer pessoa de posse de um celular com acesso à internet no lugar de um potencial cliente para o seu e-commerce.

Se antes as compras online dependiam de um momento oportuno diante do computador, agora toda hora é hora e qualquer lugar é propício porque o cliente tem você literalmente na palma da mão. Mas assim como a sua, ele tem diante de si centenas de milhares de outras lojas virtuais e o que vai impactar consideravelmente na escolha dele é a facilidade e a rapidez com que ele pode concluir a compra.

Por isso, qualquer estratégia e tempo dedicados a melhorar o layout do seu site para mobile, estudar como deixar seu UX mais responsivo e investir na otimização da taxa de conversão (CRO) para esse tipo de device podem ser o break point entre um novo cliente fiel e uma venda perdida.

“Todas as ações e campanhas devem ser pensadas primeiro para mobile e só então adaptadas para desktop”, destaca nosso CMO.

  1. Checkout e compra sem cadastro

Facilidade e rapidez são os conceitos que devem guiar suas ações em 2020. O item que lidera a lista de desejos que o dinheiro não pode comprar – depois de “amor” – é “tempo”. Esse é o melhor presente que você pode dar ao seu cliente, além de ser um dos principais fatores de fidelização.

Não salva ninguém: preencher formulários com informações pessoais, endereço e preferências está no ranking de coisas que as pessoas fazem porque precisam, mas dariam qualquer coisa para não fazer. Então, por que não abraçar essa causa e ajudá-las a riscar esse item definitivamente de suas vidas?

E, cá entre nós, com a infinidades de canais para pesquisar esse tipo de informação e salvo as situações em que algum tipo de envio precisa ser realizado, trocar esses formulários por um cliente feliz, satisfeito e, principalmente, com imenso potencial de se tornar fiel à sua marca parece bastante justo. Por isso, viabilizar opções de compra sem a necessidade de cadastro pode ser o diferencial que precisava para você conquistar de vez alguns corações em busca de um novo “amor” por aí.

“Plataformas como a VTEX já possuem essa funcionalidade para ser estratégica e amplamente utilizada”, revela Jairo.

Quer saber como viabilizar e usar todas essas dicas a favor da sua loja virtual e conquistar cada vez mais clientes? Venha bater um papo com o time de especialistas da Agência Advice e permita que nossos conhecimentos em marketing digital e e-commerce te ajudem a chegar lá!

Autor: Gerência Advice

Data da Publicação: 28/01/2020

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Instagram

Postagens