Ruptura de Estoque no e-commerce: Qual o Impacto financeiro?

Ruptura de Estoque no e-commerce: Qual o Impacto financeiro?

Downloads E-book Grátis!

A ruptura de estoque é um problema que ocorre com considerável frequência e que pode ser extremamente prejudicial ao seu negócio. Ela nada mais é senão a indisponibilidade de um item para venda. Muitos e-commerces sofrem com isso e os impactos financeiros são assombrosos.

Se algum item com boa saída, por qualquer motivo, entra em falta no seu estoque automaticamente você está perdendo toda a receita proveniente deste produto. Pouquíssimas vezes, parte dos consumidores migram para um produto similar, mas no geral boa parte da receita acaba indo para o concorrente mesmo.

Além de atenção redobrada com a ruptura de estoque, você deve concentrar esforços em aumentar o número de itens por pedido, fazendo com que seu cliente compre mais produtos em um mesmo pedido. Mais do que aumentar o ticket e seu faturamento, essa prática ainda garante que você consiga manter quase inalterado seu custo operacional.

Isso dito, vamos à ruptura de estoque!

Quando eu falo sobre a importância de acompanhar o volume de vendas dos produtos e outras métricas primordiais todos os dias, a ruptura necessariamente está envolvida no motivo. Além de entender melhor como seu negócio se comporta, você pode se antecipar aos problemas e, até mesmo, eliminar a ruptura de algumas categorias-chave para o seu e-commerce.

A ideia é bem simples: acompanhar a exposição (volume de visitas) dos produtos de Curva A e as taxas de conversão. A partir dessa análise será possível verificar se você tem estoque até a próxima reposição do fornecedor, além de compreender a dinâmica de venda diária/mensal e direcionar melhor os investimentos para aqueles produtos que você tem em estoque.

Como calcular a ruptura de estoque?

Por exemplo, se um determinado produto está vendendo em média 5 unidades (R$ 200,00 cada) por dia, e você tem 230 unidades em estoque, você tem algo em torno de 46 dias de estoque.

Caso você dê maior visibilidade para esse produto, seja aumentando o volume de investimento em mídia, dando destaque para ele na vitrine, se ele sofrer sazonalidade em determinada época do ano ou você vier a fazer uma promoção dele e qualquer uma dessas ações fizer o volume de venda dele subir para 8 unidades (R$ 180,00 cada) por dia, você terá 28 dias de estoque. Levando em conta que seu fornecedor demore em média 35 dias para repor esse produto, você já tem uma ruptura em vista de 6 dias de estoque.
Essa ruptura vai custar a você R$ 9.000,00 de faturamento (no preço promocional) ou 50 unidades não vendidas por falta de estoque.

Digamos que aproximadamente 40% da intenção de compra (20 unidades ao longo de 7 dias) migre para um produto um pouco mais caro (R$ 200,00 a unidade): você terá um faturamento de R$ 4.000,00, mas ainda pode ter um segundo problema.

Problemas da ruptura de estoque

Vamos supor que esse segundo produto venda em média 4 unidades (R$ 200,00 cada) por dia, com tempo de reposição de 30 dias, e você tenha 120 unidades de estoque. Logo, você terá 30 dias “cobertos”. Agora imagine que, a partir do 19º dia, a migração deste segundo produto para sanar a possível ruptura de estoque do primeiro faça com que a média de vendas do segundo produto suba para 6 unidades (R$ 200,00 cada) por dia. O estoque do segundo produto que era de 30 dias vai cair para 26, fazendo com que você perca 4 dias de venda ou o equivalente a R$ 890.00 (aproximadamente).

Da primeira ruptura para a segunda, em um intervalo de 7 dias, você deixou de faturar R$ 3106,00.

Se isso ocorrer com frequência de 15 dias entre itens com valores parecidos, você estará perdendo R$ 14.212,76 por mês ou o equivalente a R$ 170.553,00 por ano de faturamento.

Por mais confuso que este exemplo possa parecer à primeira vista, ele é importante para ilustrar o quanto de dinheiro uma ruptura de 2 itens no seu estoque pode te custar.

Quer saber mais dicas e com que se preocupar para diminuir esse problema de ruptura? Baixe agora mesmo nosso e-book, é grátis!

Confira em nosso Instagram mais dicas sobre e-commerce e logística

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Instagram

Postagens