Preciso de um ERP desde o 1º dia de loja virtual?

Preciso de um ERP desde o 1º dia de loja virtual?

assinatura jairo blog 2 259x300 1A resposta é SIM!

Inicialmente, uma operação de e-commerce, por mais que não tenha um volume de pedidos relevante, precisa de alguns cuidados básicos, já que a expectativa é que o número de vendas aumente ao longo do tempo.

Você não vai querer que sua operação tenha perdas, vai?

Por isso, é ideal que sua loja virtual tenha um ERP (Enterprise Resource Planning) desde o início da operação, para que consiga manter em ordem as informações fiscais, financeiras e de pedidos, desde a Nota Fiscal número 1.

Mas, não se preocupe, porque o investimento não é grande; hoje em dia, o mercado disponibiliza alguns ERP’s para lojas virtuais que custam R$ 50,00 por mês, como o Bling ou Tiny, por exemplo.

E acredite: vale muito a pena começar a sua operação com as coisas no trilho!

Para te convencer definitivamente sobre a importância de contratar esse sistema logo no início, separamos três motivos bem específicos:

ERP1

1 – Informações de cadastro de produtos

Sempre que for cadastrar um produto, certifique-se que ele esteja integrado ao seu ERP e à loja virtual e que todas as informações do cadastro estejam corretas e preenchidas.

Uma regra bem básica para ERP é se existir um campo para inserir uma informação e seu produto/loja tem essa informação, preencha-o. Mais dia, menos dia, isso vai te fazer falta e você terá o famoso ‘retrabalho’.

2 – Fácil acesso a informações

Com o ERP e com ele totalmente organizado será muito simples fazer conferência de pedidos, entender que pedido já foi processado, os valores de venda do dia, procurar uma venda, Nota Fiscal ou cliente atendido.

É possível também automatizar e profissionalizar os processos de venda da sua empresa, mesmo que tiver apenas um pedido por dia, além, claro, de acompanhar todo o processo de entrega desses pedidos.

Normalmente, um ERP tem um sistema de acompanhamento de entregas muito simples; para quem está no início da operação ele é extremamente funcional.

3 – Cria o hábito de usá-lo

Um ERP no início vai parecer um exagero, porque são muitas informações e etapas até finalmente você ‘liquidar’ uma venda. Muitos acham que o processo de loja virtual termina no momento que o cliente recebe o produto e não solicita a devolução.

Mas estão errados!

O processo de uma venda de loja virtual vai além disso, ele é composto também por toda a parte financeira.

Por exemplo:

Quando você vai receber esse pedido? Em quantas vezes vai ser recebido? Quais os valores de juros pagos? Vai ser adiantado esse valor? A venda é por marketplace? Quando esse dinheiro será depositado na conta da empresa? Quais os fechamentos fiscais e tributários que preciso me atentar e entregar a contabilidade?

O ERP ajuda a responder todas essas questões. E por mais que você ache que isso dá trabalho, temos uma péssima notícia: dá muito trabalho manter tudo ajustado e em dia.

Uma dica? Contrate alguém muito bom de financeiro/fiscal ou tenha um sócio que cuide desta parte.

Por esses e outros motivos, é indispensável a contratação de um ERP logo no início da operação do seu e-commerce, pois ele te ajudará a manter os processos organizados e em dia.

Seu comércio eletrônico precisará também de bons profissionais de e-commerce e marketing digital. Então, conheça a Agência Advice e torne-se sua loja um verdadeiro sucesso.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Instagram

Postagens