Estratégias de Outbound no Varejo são uma possibilidade, sim!

Estratégias de Outbound no Varejo são uma possibilidade, sim!

Hoje, apresentaremos algumas estratégias de Outbound Marketing que foram aplicadas na Shopfisio, a maior Loja de Estética e Fisioterapia da América Latina.
Até onde sabemos, este é o primeiro case de um varejo utilizando o Outbound Marketing a seu favor para, metaforicamente, estender um tapete vermelho para seus clientes.

Conhecido por ser uma estratégia de muita eficácia para o comércio B2B, o Outbound Marketing vem fazendo sucesso dentre as empresas, enquanto o Inbound Marketing é o mais popular entre varejos e negócios que atuam no mercado B2C.

OUTTTTTAfinal, o Inbound Marketing atua dentro da captura de leads que, claramente, tem interesse em comprar um produto ou serviço que aquela empresa oferece por meio de landing pages e formulários de captura.

Porém, hoje, vamos falar de algo diferente e que, possivelmente, causará um estranhamento imediato em algumas pessoas: o Outbound pode, sim, ser aplicado nas estratégias de varejo para B2C!

Vamos começar do ponto que o Outbound é direcionado para a prospecção de negócios, no caso da Ramper (ferramenta parceira da Advice), se trata de uma estratégia elaborada para realizar a prospecção de “clientes” em larga escala, porém de forma individual.

Enquanto isso, o varejo atua por meio de métodos como o e-mail marketing, landing pages de capturas, pop-ups, réguas de relacionamento e automação de marketing (como é aplicado no RD Station) para convencimento de compra.

OUT FOTO

 

Agora, pensemos na união das duas estratégias, numa sequência onde as duas trabalham juntas com uma estratégia diferenciada que captura os leads em larga escala, porém fala com eles de forma “individual” por meio do Outbound.

O conteúdo já é muito bem segmentado para o possível cliente e ainda conta com um adicional de uma comunicação direta e vendedora. Este consumidor se sentirá na entrada do tapete vermelho do Oscar com tamanha exclusividade.

Foi exatamente isso que foi feito na Shopfisio, o trabalho de nutrição de bases é constantemente realizado em diferentes réguas de automação e estratégias de relacionamento com os leads que são capturados diariamente em páginas iscas de blogs, Facebook Ads, Google Ads, entre outros.

Bom, perfeito, o conteúdo para vender indiretamente é muito importante, mas e se fossem elaboradas estratégias para oferecer produtos com base naquela automação e segmentação que o lead se cadastrou?

Com uma supersensação de urgência e exclusividade? Shazam! Foi assim que foi inserida a estratégia de Outbound pela primeira vez numa segmentação específica para compra online.

A estratégia começa com uma base de leads capturadas por interesses específicos numa categoria de produtos e é só montar uma lista com parte dos produtos dessa categoria que só pode ser acessada pelo e-mail enviado por meio da plataforma, junto de um cupom de desconto que também só pode ser usado nos produtos daquela lista.

Simples, né?! Sim, mas não muito! É bem simples, porém o que realmente proporciona efetividade a essa estratégia são as sequências de e-mails que saem como resposta aos e-mails anteriores.

Isso faz com que o consumidor atingido entenda que aquele e-mail é realmente para ele e pode até se tornar um canal direto de comunicação com uma pessoa de dentro da empresa. Nesse caso, houve muitos pedidos via loja online, junto de uma altíssima taxa de respostas a aquele e-mail.

Onde algumas pessoas disseram que não tinham interesse naqueles produtos naquele momento, mas que buscariam por outros produtos. Estes eram direcionados à equipe de televendas da Shopfisio que atuaram junto a esses clientes e, consecutivamente, se tornaram vendas.

A estratégia apresentada acima é específica para lojas online, porém, como a Shopfisio atua através de diversos canais de vendas, como loja online, televendas e lojas físicas, haviam outras possibilidades para o tratamento daquele potencial cliente atingido no Outbound.

OUT IMAGEM GRANDE

Falando um pouco sobre estratégias mais massivas para sentir a efetividade da ferramenta, foi extraída uma base de orçamentos que não foram fechados e para eles, foi enviada uma sequência de e-mails para fomentar a reativação destes orçamentos e, possivelmente, fechar os pedidos que não haviam sido finalizados anteriormente.

A estratégia não só aconteceu, como performou muito bem. As taxas de aberturas e respostas dos e-mails chegaram a 99% em algumas das categorias trabalhadas e, com isso, o sucesso de vendas foi garantido.

Não podemos esquecer que a Shopfisio possui uma estrutura muito robusta que possibilita trabalhos experimentais como estes. Mas, levando em consideração a proporção que os resultados tomaram em todas as estratégias aplicadas por meio do outbound marketing, é possível afirmar que este tipo de estratégia deve ser feito por varejistas, se existir uma boa segmentação, boa análise e um bom trabalho, com certeza proporcionará excelentes resultados para a empresa.

Além disso, o outbound é a personalização do atendimento personalizado, afinal, são condições que, na maioria das vezes, saem diretamente da caixa de entrada de algum membro “importante” da equipe para falar “única e exclusivamente” com aquela pessoa.

Além de muita credibilidade, passa a verdadeira sensação de que aquela pessoa é única e especial para a empresa. E convenhamos que uma das maiores, se não a maior tendência do mercado é o atendimento único e exclusivo ao consumidor.

Os clientes não querem mais um atendimento simples e comum, eles querem se sentir únicos, importantes e, sim, querem um tapete vermelho na entrada da loja esticado, somente, para eles.

Quer um tapete vermelho maior que um e-mail enviado diretamente da caixa de entrada do Diretor de Vendas da sua empresa?

Escrito por Pedro Tavares – redator

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Instagram

Postagens