Como a estratégia de conteúdo pode aumentar o faturamento do seu e-commerce

Como a estratégia de conteúdo pode aumentar o faturamento do seu e-commerce

A maneira de fazer marketing para e-commerce sofreu algumas mudanças nos últimos anos, mas dessa vez a coisa é um pouco diferente. E por isso, é muito importante ficar atento ao quanto uma estratégia de conteúdo pode aumentar o faturamento do seu e-commerce

Os inúmeros novos modelos de negócio que vêm surgindo na internet, obrigam o empresário de pequeno e médio porte a se moldar de acordo com as regras impostas pelos grandes players.

Nos últimos anos, vimos uma corrida sangrenta pelos links patrocinados, e o que era viável há 5 anos atrás, hoje já está tão inflacionado que não é possível ter um ROI decente em suas campanhas. Estamos pagando para vender, essa é a verdade.

O marketplace veio como um alento a todos os PME e ajudou muito a alcançar volumes de vendas inimagináveis, facilitou a entrada de muitas empresas no ramo virtual, sem ao menos ter um site de vendas, e isso é excelente. Mas você realmente quer ficar na mão dos grandes players para o ‘resto da vida’?

Hoje, ao vender em um marketplace, você fica ‘apenas’ com a venda, sendo que o contato (e-mail) do cliente, você não tem acesso.

​Mas você me pergunta: O importante não é vender? 

E nós te respondemos: Claro que é, mas e depois?

Não há nada de errado nessa estratégia, mas ela não está aumentando sua base de cliente, não melhora o engajamento do cliente com a sua marca, não aumenta a procura do cliente pelo nome da sua loja, enfim, não ajuda você na construção do público do seu e-commerce.

​Costumamos dizer que só existe uma coisa mais importante que a venda, que é o lead, ou seja, o contato do cliente.

Então o que estamos dizendo é simples: não abandone NENHUMA estratégia sua, mantenha o foco máximo em todas possíveis. Como? Já vou te explicar!

​Ao mesmo tempo que mantém as estratégias de marketplace, você precisa aumentar a base de clientes. Essa é a estratégia mais coerente que pode realizar a curto/médio prazo e ela vai te gerar os frutos a médio/longo prazo, o que nenhum marketplace pode fazer por você.

​E se perguntar se serve para você, faça a seguinte reflexão: “você tem algo a ensinar, contar ou mostrar para seu cliente. Então, você pode fazer Inbound Marketing”.

Bom, vamos ser práticos!

A estratégia é baseada em criar conteúdo que seja relevante para o seu público e conseguir atrair a atenção deles.

Não entendeu?

Então, lá vão os exemplos:  se você vende artigos em couro, ensine seu cliente a manter a qualidade desses produtos, ele vai sentir que a loja o valoriza.

Você vende autopeça?

Dê dicas de como não ser enganado pelos mecânicos.

Se você comercializa moda feminina, crie um e-book completo para a clientes com as tendências mais interessantes da estação, a maquiagem que vai combinar com as roupas e o sapato ideal.

Mesmo que você não venda todas as peças, se você vender uma delas, como o calçado, por exemplo, já fará todo sentido para o seu negócio.

Após a montagem do conteúdo, hospede-o em uma landing page, onde o cliente possa acessa-lo, desde que deixe o e-mail e o nome no cadastro. Após o cadastro, redirecione o cliente para o seu site, para uma página de promoção ou a própria home.

Pronto! Você já tem uma estratégia básica de captura de leads que deve render muito mais que o campo de newsletters da sua home ou a pop-up na entrada do seu site, e de quebra, vai gerar um tráfego para o site.

Após a captura desses e-mails, você deve começar o que chamamos de nutrição. Envie para esses clientes cadastrados, mais conteúdo relevante, dicas, vídeos, e tudo que possa ser de interesse deles.

Sempre destacando a marca e o nome da empresa e, claro, um banner no final desse e-mail/conteúdo, com uma chamada comercial.

​Mas, por quanto tempo? Para sempre, pelo menos uma novidade por mês, podendo ser até post blog, mas o importante é manter a regularidade.

Sua base crescerá, o volume de clientes procurando pelo nome da sua empresa no Google também. O tráfego, engajamento e conversão da sua loja, crescerão naturalmente.

Por mais distante que pareça da sua realidade, criar conteúdo para seus clientes, colocará seu negócio em um patamar diferente dos seus concorrentes.

Agregue essa estratégia ao disparo dos e-mails marketing, uso de links patrocinados, melhorias de SEO e UX e você já tem um norte para fazer seu negócio crescer com solidez, pois você terá uma verdadeira base de fãs da sua marca.

O e-commerce está mudando dia após dia e você tem que se adaptar e inovar sempre. O mais importante nesse momento é ter uma estratégia para não ser refém eterno dos links patrocinados e nem das Buybox.

Conheça a Advice e-Commerce. Acesse o nosso site!

 

Data 05/09/2017 – Autor: Advice -e-Commerce

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Instagram

Postagens