6 dicas para driblar a crise dos caminhoneiros

6 dicas para driblar a crise dos caminhoneiros

assinatura angel blogVocê como um gestor ou proprietário de e-commerce possivelmente já viu que, mesmo com o possível fim crise dos caminhoneiros, os efeitos dessa greve ainda são sentidos por diversos setores, prejudicando, inclusive, serviços essenciais, como transporte público, atendimento de saúde e segurança.

Provavelmente seu e-commerce já deve ter sentido as implicações negativas dessa crise. Então, preparamos 6 dicas para minimizar os efeitos gerados pela greve dos caminhoneiros no seu comércio eletrônico:

1 – News

Dispare news para a base de clientes da sua loja virtual com uma notificação sobre os atrasos e efeitos da crise.

2 – Atraso de entregas

Coloque uma notificação no carrinho de compras sobre os possíveis atrasos nas entregas dos produtos, em razão da crise.

3 – Mídia paga

Reduza investimentos em mídia paga para um mínimo por dia, com o intuito de minimizar os gastos nesses dias de baixa probabilidade de conversão.

4 – Dias extras no cálculo de frete

Adicione dias extras às configurações de cálculo de prazo de entrega de seu e-commerce, minimizando questionamentos sobre os prazos curtos de entrega divergente com situação atual da logística nacional.

5 – Enviar os PACs em SEDEX

Essa estratégia é muito interessante, porém, ela deve ser apresentada ao cliente, explicando que o seu comércio eletrônico está pensando no cliente, para que essa alternativa não seja apenas um custo extra de envio, mas que sirva de marketing positivo.

6 – Frete grátis

Se você notar que as vendas caíram por causa da greve dos caminhoneiros, aumente os incentivos ao frete grátis.

Com poucas atitudes, você conseguirá amenizar os efeitos da crise e manter seu e-commerce saudável.

Autor: Advice e-Commerce – 30/05/2018

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Instagram

Postagens