5 passos para você montar uma loja virtual

5 passos para você montar uma loja virtual

Vamos ser rápidos e práticos! Conteúdo com dicas, para muitos, é “chover no molhado”, para outros, será “complexo e sem sentido”. Vou tentar a melhor abordagem e que faça mais sentido possível para você em todo o processo, desde a ideia inicial do projeto até mesmo no momento que seu negócio precisar de um novo rumo ou uma luz no fim do túnel.

1- Meu produto tem poder de venda online?

Antes de qualquer coisa, olhe para o seu produto, procure por ele na internet, nos grandes magazines, no Mercado Livre. Se você encontrar o seu produto nesses lugares e as lojas que vendem tiverem um grande volume de avaliações e/ou perguntas, isso quer dizer duas coisas:

1: seu produto tem procura e volume de venda online, ótimo!

2: se você está nesse mercado há aproximadamente cinco anos, pelo menos, você perdeu o Timing, deveria ter começado a pensar nisso antes.

Já perdeu dinheiro e poderia estar rico (ou mais rico) no momento, poderia ter também o maior Share desse setor do mercado na parte eletrônica e estaria palestrando nos principais eventos do país sobre o seu case de sucesso.

Parabéns para você!

Esse é o clássico cenário de ‘deixou a oportunidade passar’.

O que faremos agora? Choramos? Claro que não!

Comece agora mesmo. É sério, termine de ler essas dicas e já comece a pensar em como você vai fazer para expandir seu negócio para a internet.

2 – Vou vender, mas tem muita concorrência. O que faço?

Crie um diferencial, seja na caixa do produto, na marca, na comunicação, no brinde, no atendimento.

Preço não é diferencial, qualquer um que esteja a fim de entrar na briga contigo pode baixar o preço.

Diferencial é algo que vai fazer e que só você consegue, porque é muito bom naquilo, como por exemplo, entender tudo do mercado, atender o cliente com uma precisão cirúrgica e as descrições dos seus produtos na web são incríveis e todo mundo quer copiar, as vezes até a própria fábrica.

Já tem um diferencial, ótimo! Próximo passo é contar e convencer a todos que você é o DIFERENTÃO!

3 – Tecnologia não é minha praia!

Sem problemas se você sabe no máximo ligar o PC e entende apenas de Facebook e Whatsapp. Contrate uma agência para cuidar da sua plataforma e de toda a comunicação do seu site, na parte visual e interna dele, como banners, e alterações de layout.

Contrate uma agência especializada em marketing. Existem várias de todas as faixas de preço, você vai encontrar uma boa, e não se acanhe de escolher uma que esteja em outro estado, por exemplo. Muitas vezes vale muito a pena, levando em consideração que tudo se faz online hoje em dia e Skype está aí para isso, né.

Lembre-se: ninguém é especialista em tudo! NINGUÉM!

E o seu sobrinho que fez um cursinho de verão e faz montagens e memes para internet não entende de e-commerce. Se você acha que colocando gente “pouco capacitada” e contratando a “agência” do seu amigo, que faz 1000 cartões por R$9,90 vai conseguir ter sucesso online, pode parar de ler nesse tópico, fecha a página e coloque seu dinheiro em outro lugar, vai valer mais a pena.

  1. Me convenceu, vou investir, mas quanto?

Mercado escolhido, diferencial encontrado e agência ou profissional contratado, vamos ao que interessa: quanto eu vou colocar de grana nesse negócio?

A Vtex (plataforma de e-commerce) já calculou que não se gasta mais que 20% do budget do projeto, no caso, o Setup da loja, ou seja, vamos fazer a conta inversa então.

Levando em consideração que você tem que investir em, pelo menos, 6 meses de mídia paga (link patrocinado) para gerar tráfego no seu site e vendas, vamos montar um planejamento de mídia e vamos ver quanto vai ficar.

Digamos que você optou por fazer Inbound Commerce para gerar rapidamente uma base de clientes, criar um posicionamento online muito forte e gritar para o mundo que você tem um mega diferencial e entender tudo da ‘dor do cliente’, logo, pode resolvê-lo.

Ok, vamos pegar o preço médio do mercado, o Fee da agência vai ser R$1.890,00 a R$2.490,00/mês. + Software de automação de marketing + Link Ads.

​E cá entre nós, R$ 1890,00 de FEE é barato demais, não paga nem um funcionário que ganhe R$1.000,00 livre +tributos! Fora que quem entende muito de marketing e mídia vai te custar mais caro.

Cenário:

R$1.890,00 + R$520,00 + R$1.000,00 = R$3.410,00

R$3.410,00 x 6 meses = R$20.460,00
O valor que você deve gastar com a implantação da loja não deve ultrapassar a casa dos R$4.000,00.

Achou todo o investimento caro?

Se você montar uma filial da sua loja atual, ou uma loja do zero, acha que vai custar mais ou menos de R$25 mil? Eu chutaria uns R$60 mil.

A loja virtual é uma outra loja, só que com o benefício de usar o estoque da física, aumentando o giro de estoque e agregando mais em vendas, atingindo o Brasil todo.

Você é esperto, sabe que tudo nessa vida tem que ter investimento (tempo e dinheiro) e nada é de graça!

  1. Contrate o mínimo, automatize o máximo.

Procure softwares que podem automatizar a sua operação, coloque os vendedores da sua loja para ajudar você no atendimento, embalagem e despacho no geral.

Não tem vendedores? Não tem loja física?

Sem problemas! Faça você mesmo de casa, mas FAÇA! Quanto menos você contratar, menor é seu custo fixo.

Ter Software e agências parceiras é o ideal para quem vai começar, pois você coloca um monte de gente para trabalhar para você com um custo menor que de um funcionário. Procure softwares para automatizar a operação.

Conheça a Advice e-Commerce. Acesse o nosso site!

 

Data 05/09/2017 – Autor: Advice -e-Commerce

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Instagram

Postagens